Marapoama participa de Seminário de Justiça Restaurativa em Rio Preto

A coordenadora do Programa Justiça Restaurativa de Marapoama, Mirian Verginia Andrela, participou no último dia 06, no Auditório da UNIP da cidade de São José do Rio Preto, do Seminário sobre Violência Doméstica, com o tema: 'Justiça Pela Paz em Casa'.

O evento, realizado pela 8ª Região Administrativa de Justiça e do Núcleo de Justiça Restaurativa, com o apoio do CMDCA Conselho Municipal dos Direitos da Criança e Adolescente de São José do Rio Preto, aconteceu como parte da Programação da Justiça Restaurativa e do Dia Internacional da Mulher.

As atividades contaram com palestras que exemplificaram os tipos de conduta que devem ser entendidos como violência, que podem ser física, sexual, psicológica, moral ou patrimonial. "A Lei Maria da Penha, criada para prevenir, punir e erradicar a violência doméstica e familiar contra as mulheres", disse Miriam, ao destacar que a Convenção Interamericana para prevenir, punir e erradicar a violência contra as mulheres, afirma que se deve entender como violência contra a mulher qualquer ação ou conduta, baseada no gênero, que cause morte, danos ou sofrimentos físico, sexual ou psicológico à mulher, tanto no âmbito público quanto privado. "Toda mulher pode ser vítima da violência doméstica. Não importa se ela é rica ou pobre, branca ou negra, jovem ou idosa, se vive no campo ou na cidade, qualquer que seja a sua religião ou orientação sexual. O que não se pode é se calar, temos que denunciar".

Miriam lembrou que razões não faltam para acreditar que a paz é o caminho. "Esse caminho não é de passividade, e sim, de construção conjunta", finaliza Miriam.







PREFEITURA MUNICIPAL DE MARAPOAMA Administração 2017/2020 Atendimento de segunda a sexta,
das 09:00 às 17:00 horas.
Fone: (17) 3548-8400 Email: gabinete@marapoama.sp.gov.br Rua XV de Novembro, 141 - Centro Marapoama / SP
Design e Tecnologia MAURITEC