Ouvidoria Marapoama: (17) 3548-8400
Segunda a sexta, das 08:00 às 17:00 horas.
Siga:   
  1 de abril de 2021

Sem vagas nos hospitais de referência Marapoama investe em dois leitos de enfermaria na UBS/ESF


A Prefeitura de Marapoama realizou adequações no pronto atendimento que precisou de um investimento em respiradores e monitor cardíaco além de medicações de alta complexidade para manter a vida dos pacientes que estavam à espera de leito. Na última quinta-feira, dia 31, havia um paciente aguardando vaga há 07 dias. “Estamos enfrentando um colapso no sistema de saúde.  Faltam vagas em leitos de enfermaria e UTI nos Hospitais de Referência de Catanduva, Novo Horizonte e São José do Rio Preto. Essa situação de falta de leitos se tornou um grande problema”, lamentou a coordenadora de Saúde de Marapoama, Vanessa Meneguesso, ao destacar que o custeio dos dois leitos que contam com suporte para suplementação de oxigênio, equipe médica e de enfermagem, estão sendo feito totalmente pela Prefeitura de Marapoama. “Estamos fazendo de tudo para dar o suporte necessário aos pacientes de nosso município no que se refere a atenção básica, no entanto com a situação caótica dos hospitais de referência, estamos tendo que ir além do que é o atendimento básico, mas nossa estrutura não será suficiente se as pessoas não se conscientizar evitando aglomerações, lavando ou higienizando as mãos com frequência, saindo de casa somente em casos de extrema necessidade e sempre usando máscaras e mantendo sempre o distanciamento de segurança”.

O prefeito Márcio Perpetuo Augusto ressaltou que vem fazendo de tudo para manter a situação controlada no município, com a higienização das ruas, avenidas e espaços públicos, com o atendimento médico 24 horas, participação no consórcio de Prefeituras para aquisição de vacinas e, agora, com a abertura de dois leitos de enfermaria, mas alerta para a conscientização da população. “Estamos fazendo o possível e o impossível para dar suporte de Saúde a todos que necessitarem, no entanto, é necessário que a população se conscientize e faça a sua parte”, afirmou o prefeito, ao pedir para as pessoas evitarem aglomerações nesse feriado de Páscoa. “Vamos ficar em casa, logo teremos vacina para todos e poderemos voltar a viver de forma normal”.

Top